Seguidores

domingo, 19 de agosto de 2012

Fibromialgia ...o que mais tem que acontecer comigo?

Bom dia galerinha!
Estou eu aqui novamente com uma nova crise (  este sábado baixei hospital novamente ) e ando lesadinha por cona de tanta medicação ( confesso que meu estado físico e  psicológico estão abalado)... e eu sei é chato falar sobres esse assuntos de doença...mas eu estou afastada a mais de 2 ano por conta de dores da coluna, ja fiz cirurgia ja na lombar ( para rever aqui ) e agora luto com as crises da coluna cervical ( hernia de disco e + abaulamento ) ainsa sinto dores na perna  e no quadril esquerdo , e as dores na cervical reflete no pescoço e irradia no membros superiores ( dias no direito mas outros com mais intensidade no esquerdo ) em ultimas consultas foi constatado através de exames clinicos uma bursite no braço direito , uma tendinite no direito e no quadril esquerdo,,,são dores horríveis que me limitam os  movimentos desse membros...e pra piorar mais um pouquinho meu estado clinico, psicológico e mental...descobrimos que eu sofro de fibromialgia  e estou entrando não, já entrei na pré- menopausa ( quero muito postar sobre o assunto mas estou em descoberta e colhendo informações para poder ajudar as amigas que estão passando pelo mesmo problema , já descobri que não é nenhum bicho de sete cabeças , incomoda eu sei , mas tem jeito de conviver com ela ( eu a chamo carinhosamente de D. Meno )....
Hoje em especial quero falar sobre a FIBROMIALGIA...em pesquisas na internet encontrei um blog que considero o mais Expert no assunto ( Abra fibro associação ) , me associei e estou tirando muitas dúvidas sobe o assunto , e ainda, encontrando tratamentos para o problema.

ABRAFIBRO    ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS FIBROMIÁLGICOS



Detectando Fibromialgia
Controvérsia e descrença pela profissão médica tem sido associada a fibromialgia, simplesmente porque evidência objectiva na forma de raios X ou biópsias não pode ser encontrado.No entanto, com o uso de termografia, ou a medição do calor produzido por áreas do corpo, a síndrome é agora mais amplamente aceite por muitos, mas não todos, os médicos.
O que é fibromialgia?Fibromialgia (fibrosite, myofibrocytis) é uma doença crônica, condição muscular dolorosa, caracterizada por dor nos músculos esqueléticos, tendões (que ligam os músculos aos ossos), ligamentos (que ligam os ossos aos ossos) e outros e bursa (saco-como estruturas que são preenchidos com fluido sinovial e fornecer lubrificação e nutrição para articulações). Recentemente, muito se tem escrito sobre esta desordem em revistas de saúde e jornais. Embora Hipócrates descrita pela primeira vez fibromialgia, foi apenas nos últimos anos muita atenção (e credibilidade), foi dada a esta síndrome.
Os sintomasda fibromialgia é caracterizada por dor muscular generalizada e rigidez que dura mais de três meses, o sono pobre, com fadiga e rigidez matinal, sensibilidade em 11 dos 18 locais específicos, e os resultados dos testes de sangue normais. As áreas mais comuns são dolorosas da coluna cervical baixa, o ombro, a segunda costela, braço, nádegas e no joelho. Estes sintomas são muitas vezes agravada pelo stress ou uma mudança no tempo. Depressão, o que pode ser devido a um desequilíbrio químico no cérebro ou o desenvolvimento de dor crónica, é comum com fibromialgia. Praticamente toda a atividade física não só aumenta as queixas do paciente de dor, mas também faz com que os próximos dias miserável, produzindo dor muscular intensa.

CausasFibromialgia pode ser causada por trauma físico (por exemplo, um acidente de automóvel, uma queda súbita, ou até mesmo o trauma da cirurgia com anestesia geral).Este transtorno terrível também pode começar depois de uma doença como a gripe. Frequentemente, as mulheres experimentam os efeitos da fibromialgia, devido a alterações hormonais após uma histerectomia ou em todo o tempo do início da menopausa. Além disso, o trauma emocional repentino da perda de um ente querido pode desencadear a fibromialgia.
Muitos "especialistas" acham que os efeitos da fibromialgia apenas as pessoas com "um tipo" personalidades, mas esta noção não foi demonstrada quer por estatísticas ou pela experimentação científica. Ele pode atormentar as pessoas com todos os tipos de personalidades e estilos de vida, todas as faixas etárias e em todos os estados de saúde. No entanto, muitas pessoas que sofrem com a fibromialgia também sofrem com a ATM. ( ATM, DTM, disfunções, causas, sintomas e tratamento. O termo ATM, antigamente designado articulação temporomandibular, foi atualmente substituído por Algias por Tensões Musculares(denominação dada pelo Prof. Dr. JJ Barros), também é chamado de DTM - distúrbio temporomandibular ou TMJ – termo em inglês (que significa Temporomandibular Joint Disorders), refere-se à a uma série de fatores que comprometem essa articulação, e que se manifesta principalmente com dor, que pode irradiar para cabeça e braços, estalos ou crepitações, dificuldades de abrir ou fechar a boca.)

Condições Associadas à fibromialgia *Muitas outras condições físicas são frequentemente encontrados junto com fibromialgia. Cada um destes pode ocorrer separadamente e fazer, no entanto, eles também são muito comumente associada com fibromialgia.
Abaixo segue algumas curiosidades :
O termo fibromialgia refere-se a uma condição dolorosa generalizada e crônica. É considerada uma síndrome porque engloba uma série de manifestações clínicas como dor, fadiga, indisposição, distúrbios do sono.( este em especial tem me deixado acordado  noite a fora e conto os remédios para insonia que não estão resolvendo muito - nesta sexta ultima fui pegar no sono já passada das 4 da manha, as olheiras estão a  mostra e por isso não me envergonho das fotos ) .
No passado, pessoas que apresentavam dor generalizada e uma série de queixas mal definidas não eram levadas muito a sério. Por vezes problemas emocionais eram considerados como fator determinante desse quadro ou então um diagnóstico nebuloso de “fibrosite” era estabelecido. Isso porque acreditava-se que houvesse o envolvimento de um processo inflamatório muscular, daí a terminação “ite”. Atualmente sabe-se que a fibromialgia é uma forma de reumatismo associada à da sensibilidade do indivíduo frente a um estímulo doloroso. O termo reumatismo pode ser justificado pelo fato de a fibromialgia envolver músculos, tendões e ligamentos. O que não quer dizer que acarrete deformidade física ou outros tipos de seqüela. No entanto a fibromialgia pode prejudicar a qualidade de vida e o desempenho profissional, motivos que plenamente justificam que o paciente seja levado a sério em suas queixas. Como não existem exames complementares que por si só confirmem o diagnóstico, a experiência clínica do profissional que avalia o paciente com fibromialgia é fundamental para o sucesso do tratamento.

Vários estudos foram publicados, inclusive critérios que auxiliam no diagnóstico dessa síndrome, diferenciando-a de outras condições que acarretem dor muscular ou óssea. Esses critérios valorizam a questão da dor generalizada por um período maior que três meses e a presença de pontos dolorosos padronizados. Diferentes fatores, isolados ou combinados, podem favorecer as manifestações da fibromialgia, dentre eles doenças graves, traumas emocionais ou físicos e mudanças hormonais. Assim sendo, uma infecção, um episódio de gripe ou um acidente de carro, podem estimular o aparecimento dessa síndrome. Por outro lado, os sintomas de fibromialgia podem provocar alterações no humor e diminuição da atividade física, o que agrava a condição de dor. Pesquisas têm também procurado o papel de certos hormônios ou produtos químicos orgânicos que possam influenciar na manifestação da dor, no sono e no humor. Muito se tem estudado sobre o envolvimento na fibromialgia de hormônios e de substâncias que participam da transmissão da dor. Essas pesquisas podem resultar em um melhor entendimento dessa síndrome e portanto proporcionar um tratamento mais efetivo e até mesmo a sua prevenção.


Lá eles falam a nossa língua....Com todo cuidado que merece você será tratado.
E tenho certeza que você fará o mesmo pelos nossos amigos e amigas fibromiálgicos(as)
Fontehttp://www.fibromialgia.com.br/novosite/index.php?modulo=pacientes_artigos&id_mat=4
O CID CORRETO PARA FIBROMIALGIA É
CID 10 M 79.7, desde 2004
fonte: http://www.datasus.gov.br/cid10/v2008/v2008.htm

Você pode encontrar eles pelo face ( aqui abrafibro.fibromialgia no face)
Se você já está no Facebook, entre direto para nosso grupo de discussões, de orientação, informação, e também muita atenção. Um espaço onde os fibromiálgicos trocam suas experiências numa linguagem que só quem tem fibromialgia conhece.
acesse : Groups/ABRAFIBRO

*********************************************************************************
Bem por hoje a minha ausência de reflexos me permitem apenas compartilhar com vocês amigos do face e do bloglito os momentos de tensão que ando passando , mas mantenho minha em Fé em Deus que um dia tudo passa e voltarei a ser a pessoa alegre e extrovertida que sempre fui.!!
Espero que tenha ajudado de aluma forma e que gostem da leitura .
Fiquem com Deus e que seu final de semana seja repleto de bençãos!!
Ps: o intuito do post é para compartilhar minhas experiências sem ganho de ônus algum em relação a ABRAFISO .

                                                                       *.* Paty