Seguidores

quarta-feira, 11 de abril de 2012

Eu ...







Me desperto com os raios de Sol a arderem em meu rosto.

Engraçado, não me lembro de ter deixado a janela aberta,

E nem se sonhei, e muito menos como adormeci,

Acho que foi meu dia corrido de ontem,

Mas não consigo lembrar de como foi,

Agora estou um tanto espantado,

Tentei lembrar algo que fiz semana passada e também não consigo,

Não me vejo mais jovem,

E minha infância, eu sei que a tive, mas não me recordo claramente,

Só me vejo brincando na rua,

Como pude esquecer?

Será que tenho amigos?

Alguém que amo?

Sabe, vou sair por aí, escancarar as portas da minha vida,

Já que os caminhos me levaram muito além do que sonhei,

Porque não sou esta pessoa sem passado,

É, vou andar por aí e me reavaliar,

Talvez esta seja a solução para o meu reencontro,

A vida não deve ser só metas, deve ter algo à minha espera,

E quem sabe, seja eu mesmo...