Seguidores

sexta-feira, 2 de março de 2012

Qualquer semelhança será mera coincidência...




Falar de novela é um tanto clichê, ou até aquelas menos assumidas...totalmente fora de moda.Mas, como sei que o quanto novelas influenciam, e que, por mais que haja certo preconceito insistimos em assisti-las , tenho que confessar minha apreciação e curiosidade por alguns temas que me fazem questionar como tanta ficção pode parecer tão familiar...


Já  imaginou se sua vida fosse uma novela? Com certeza você saberia quais seriam as historias a serem contadas e os protagonistas dessa trama. A  novela " A vida da gente " chega ao final , e quantos capítulos se assemelham a vida real .Tantos personagens conhecidos  ( Ana , Manu, Julia , Eva , Iná, Rodrigo,Lúcio... ) ...elenco magnifico diga-se de passagem ...já pensou que poderia ser (  eu , você, o companheiro , uma amiga , uma irmã ...) As semelhanças , no entanto, não estão somente na figura do personagens, mas sim na historia e na personalidade de cada um ... a " Vida da Gente " é cheia de tramas e de altos e baixos - assim como na ficção. A cada acontecimento( seja bom ou ruim ) nos serve, mesmo que inconsciente, para tiramos uma lição do que nos acompanhará até o resto de nossas vidas. De vidas que não terminam com a morte e que transedem os planos terrestres e espirituais que ainda viveremos


Quem nunca fez a comparação  do vilão ( ã  ) com alguém conhecido?? ..... eu não diria que a Eva ( Ana Beatriz Nogueira ) é de  todo, uma vilã. Ela acredita que esta fazendo o melhor para filha : Ana ( Fernanda Vasconcellos )  e muitas vezes erra, querendo acertar (assim como a maioria das mães acreditam )..Na novela da vida real , nossos conflitos são os responsáveis pelo próprio destino...

O que dizer da personagem  Manuela ( Marjorie Estiano ).. traição, drama , choro,riso, cumplicidade...acho que desde o início as pessoas se identificaram  a personagem , por causa da relação que ela tinha com a avó e os problemas que enfrentava com a mãe... a transformação da personagem , inicialmente delicada e frágil , em uma mulher forte e agora amargurada, nos faz lembrar que todos vivem essas mudanças na vida real, e precisam tirar lições...parar de achar que uma pessoa que  você ama muito nunca vai te magoar...é uma coisa que acontece ...e devemos fazer outras leituras dessa amargura, ter um olhar distanciado para entender o que aconteceu...

A personagem Ana ( Fernanda Vasconcellos ) ...com quem ela deve ficar ?..dois amores diferentes e lindos , dois caras do bem, um mais maduro e o outro tem uma filha com ela - olha ai alguém se assemelhando a personagem - é muito difícil palpitar ....Ana precisa se descobrir para alcançar a felicidade , por ter ficado muito tempo em coma , passou por muita dificuldade de adaptação, não consegue ter uma reflexão madura, porque tem as memorias da adolescência o que torna tudo muito confuso...( muitas de nós mulheres passamos por esse " Coma " sem nos dar conta que estamos nele )...Não é uma luta só para nos impormos , é uma luta onde devemos reconhecer as pessoas a nossa volta  mudaram com a passagem do tempo , e ainda estamos tentando entender se os sentimentos que tínhamos  ainda existem..As dificuldades da personagem não param por ai...o momento mais difícil é a nova relação com a filha ...onde ela vira mãe-madrasta e com isso se sente culpada...acho que para a mulher isso é muito mais difícil, porque a mãe sempre carrega a culpa de tudo que acontece com o filho...as vezes enxergamos os outros até mais que anos mesmos...


 Pois bem , é dentro deste contexto que me aproximo daquela que pode ser, sim , A Vida da Gente. Nada mais do que a vida humana, adaptada com tanta delicadeza, numa obra de teledramaturgia brasileira. Sendo assim , percebo que a cada trama desta novela nos remete a  uma carga real do que estamos propícios  a viver e onde sentimentos verdadeiros esbarram-se entre o bem e o mal sem que, necessariamente, um sobressai-se mais do que o outro mostrando-nos, no final, que tudo  depende da conotação que damos para determinados comportamentos humanos.

 "Esta é uma obra de ficção, qualquer semelhança com nomes, pessoas, fatos ou situações terá sido mera coincidência "
                                                                          FIM

 " Na  minha opinião acho que o Amor mais bonito da novela é o das duas irmãs ...Ana e Manu são almas gêmeas." ( Fernanda Vasconcellos )

Texto dedicado a minha Irmã Elaine Cristina.